Arquivo do autor:maiaragouveia

Sobre maiaragouveia

http://maiaragouveia.com

fio de ouro

Antes que se rompa o fio de prata deixou-me com um espaço em torno do corpo, nele a curiosidade me faz dar voltas em torno de alguma coisa que, no entanto, não conheço ou nunca conheci. Talvez seja um resto … Continuar lendo

Publicado em márcia tiburi | Deixe um comentário

Speculum Harmonium

Uma pulsão erótica que não descarta uma laicização do sagrado é uma das caracteristicas da poética de Maiara. Alguns poemas me lembram exercícios da psicomagia de Jodorowski, onde a metáfora é um poder, não de sublimação, mas de intervenção na … Continuar lendo

Publicado em marcelo ariel | Deixe um comentário

lençol de espanto e cães saturnos

Maiara, querida, hoje, lendo seu livro, veio o texto, o poema, esse tecido que te envio com imenso amor-carinho, com desejo e todo o tempo, que você me abriu e fez sentir. Abraço apertado, Renata. Antes que esse fio, de … Continuar lendo

Publicado em renata huber | Deixe um comentário

fio de lua (ou XIII, a Carta da Morte)

Poesia da iminência. Para ser lida na espera. O Antes que toca como um raio da Morte, da Carta XIII. O fio pode ser quebrar. Não é qualquer fio. É de prata, de lua, é fio feminino. Ou fecundo, se … Continuar lendo

Publicado em alfredo fressia | Deixe um comentário

dança das mãos

ai, minha querida, não há palavras nesta hora. foi espontâneo: o jogo, o gesto, a dança das mãos. algo chamou jodorowski, que chamou de volta as tradições ocultistas dos ciganos. o que posso lhe dar agora é isso, essa mão … Continuar lendo

Publicado em roberta ferraz | Deixe um comentário

fio de água

Maiara minha querida fui surpreendida pelo correio em casa: uma cópia do seu caderno com a letra de menina e os poemas de mulher que conhece a dor. Ainda não tenho palavras, mas pensei em lhe presentear também com um … Continuar lendo

Publicado em néle azevedo | Deixe um comentário

fios soltos (alguns)

érica zíngano maiara que lindo que lindo que lindo estou vendo tudo de perto te acompanhando nisso estamos aqui, ez patrícia basile de castro kondo maiara não consigo dizer outra coisa além de: vc é demais de boa silvana guimarães … Continuar lendo

Publicado em (vários) | Deixe um comentário